BOLÍVIA - Turismo de brasileiros é proibido após protesto contra novo código penal
Acreaovivo.com
Tempestades
22°MIN 30°MAX
Rio Branco, AC

Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2018 às 10:00 - Atualizado em Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 18 às 10:44

COMUNICAR ERRO

BOLÍVIA - Turismo de brasileiros é proibido após protesto contra novo código penal

O turismo de brasileiros foi proibido temporariamente na cidade boliviana de Guayaramerín, na fronteira com o estado de Rondônia. A proibição ocorreu depois que moradores da Bolívia fizeram um protesto político, na terça-feira (09), contra a reforma feita no código penal do país vizinho.

Nessa quarta-feira (10), a travessia de turistas brasileiros e bolivianos foi temporariamente proibida nos Portos Oficiais de Guajará-Mirim, pelo Rio Mamoré, a cerca de 330 quilômetros da capital Porto Velho.

Com a suspensão das viagens, somente os brasileiros que estavam no território boliviano receberam autorização para voltar ao Brasil. Além dos turistas, outro público que foi afetado diretamente foi os trabalhadores e estudantes de medicina, que não tiveram como atravessar o Rio Mamoré.

O agente consular da Bolívia, Rolando Lujan, falou sobre a situação no país vizinho. Segundo ele, o consulado não apoia o protesto porque entende se tratar de um movimento político contra o governo do presidente Evo Morales.

“Este protesto é uma jogada política de um grupo de profissionais que se sentiram atingidos e não apoiamos esta forma de pensar”, declarou Rolando sobre o protesto contra o código penal aprovado.

Impacto no turismo e comércio local

Na manhã desta quarta-feira, centenas de turistas brasileiros que pretendiam cruzar para o lado boliviano foram pegos de surpresa com o comunicado de que não poderiam fazer a viagem até que a paralisação seja suspensa oficialmente.

Os turistas bolivianos que queriam vir para o Brasil também foram impedidos de cruzar a fronteira.

 

Tag's: Bolívia, Fronteira, Manifestos, Transporte, Governo, Política, Código Penal, Turismo

Fonte: Rondoniaovivo


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Política 23/01/2018 16:07

CCJ analisa projeto que torna obrigatória a impressão de votos na urna

Educação 23/01/2018 16:02

Ufac abre inscrições para 38 cursos, via Sisu

Polícia 23/01/2018 14:50

Polícia intercepta veículo e prende três em posse de armas e evita homicídio na capital

CRUZEIRO DO SUL 23/01/2018 14:43

Prefeitura de Cruzeiro do Sul anuncia empresa que realizará Carnaval 2018

Brasil 23/01/2018 13:30

Defesa de Lula é campeã em recursos judiciais: um a cada três dias

Política 23/01/2018 13:26

Em Brasília, governador do Acre se reúne com Banco Mundial e Dnit

Polícia 23/01/2018 12:57

Policia apreende mais de 14 quilos de droga e drone em Rio Branco

Política 23/01/2018 10:52

Intervenção militar seria retrocesso, diz comandante do Exército

SENA MADUREIRA 23/01/2018 10:43

Abaixo da cota de alerta, rio Iaco registra vazante de mais de um metro

Brasil 23/01/2018 10:29

Sindsbor quer abaixo-assinado para pressionar Brasília

Justiça 23/01/2018 10:25

MEMÓRIA - 3ª e 4ª Varas do Trabalho de Rio Branco completam 25 anos promovendo a paz social

Brasil 23/01/2018 09:29

Helicóptero da Globo cai em praia do Recife e deixa ao menos 2 mortos

FEIJO 23/01/2018 09:26

Barranco do rio desaba e quase leva de casas em Feijó

Brasil 23/01/2018 09:07

Número de mortes por febre amarela no estado do Rio sobe para sete

Colunistas 23/01/2018 08:53

Não tem volta – Por Victor Augusto

JORDAO 23/01/2018 08:52

Foragido da justiça – ‘Vovô’ é preso pela polícia de Jordão

Geral 23/01/2018 08:26

NOVELAS - Veja o que vai acontecer nesta terça-feira

Brasil 22/01/2018 15:38

Defesa Civil acreana realiza nova vistoria na BR 364, em Rondônia

SENA MADUREIRA 22/01/2018 15:32

Caminhão é incendiado no Bairro Ana Vieira, em Sena Madureira

Capital 22/01/2018 15:19

Mais de três quilômetros de calçadas são construídos na Vila Acre